Quinta-feira, 30 de Junho de 2011

De Rui Fonte....Tu

 

Alzira.
Amiga,
Que vives neste mundo,
mas não pertences a ele.
Porque és pura como uma rosa...
que se abre a cada sorriso,
Ou se fecha a cada dor.
Tu,
Que procuras iluminar-te,
sabendo que é o dia que clareia a Alma,
e que é o Amor que dá luz à vida.
e que para ser feliz, basta tentar,
é  preciso sorrir quando se sabe Amar.
Abre a porta do teu mundo,
mas não deixes o medo entrar.
Encontra o teu caminho,
mas não faças tudo sozinha,
Tu tens uma estrada a seguir,
caminhando irás encontrar
Encontrando, não te percas.
Tudo tu podes conquistar.
Tu,
Com a tua Alma de criança,
e tua palavra de esperança,
Tens o coração aberto,
e deixa a todos entrar.
Amas a todos de tal maneira,
que ninguém te deixará.
Tu,
Que fazes da tristeza uma canção,
na tua rádio gerações
e cantas a vida em ritmo de alegria.
E sabes viver os teus sonhos,
sonhando até acordada...
É assim que se vive, Amiga!
Porque é o sonho, que alimenta a alma.
E a tua vida, será um paraíso de flores.
E todos os teus sonhos se realizarão,
e onde pisares, deixarás rastros
de alguém que tem mil razões para viver,
Porque uma Amiga, é sempre uma Amiga...
Te agradeço ser parte desse teu cantinho
onde guardas com carinho os Amigos...

 

Rui Fonte

 

 

http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
tags:
publicado por Alzira Macedo às 14:39
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Domingo, 26 de Junho de 2011

Para Ti Alzira...

Com Carinho do Amigo Rui Fonte

http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
publicado por Alzira Macedo às 07:36
link do post | comentar | favorito
Domingo, 19 de Junho de 2011

Longe de tudo

 

Amiga Zira....por momentos queremos voar, fugir, desaparecer para bem longe sem olhar para tras... 

mas não é ao fugirmos que iremos encontrar a paz, mas sim ao lutarmos, enfrentarmos os obstaculos... j

a fugi refugiei-me na minha magoa...

mas fiquei mais frio, sofrido, mudei muito, hoje não sofro e não faço sofrer quem não merece,

nao posso culpar as pessoas pelo que me fizeram, mas sim tentar remediar o que fora feito e consiliar tudo,

viver cada momento e tentar ser feliz...

Resumindo, nao sei pelo que passas-te mas pelo que escreves ainda sentes magoa,

mas vive a vida, tenta ser feliz, as vezes a felicidade esta onde menos esperamos...

falo por mim, ja encontrei o meu caminho da felicidade para sair da escuridão e caminhar em direcçao a luz...

Vai ser longo mas ha que saber caminhar...
Jokas Amiga aparece e fica bem e pensa bem no que escrevi.
do Amigo Rui

 

http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
tags:
publicado por Alzira Macedo às 07:21
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sábado, 4 de Junho de 2011

Linhas de liberdade

 

Calma em montes de saudade
Eternos de ruídos e silenciosos
No limite de linhas de liberdade
Que sonham em curvas ansiosos

[... Além do Douro também os montes têm alma... ]

E a alma cresce com os montes
De longe a longe palmilhados
Por entre cursos de água e fontes
São de rebanhos polvilhados

[... E a alma vagueia pelo Rio... ]

 

http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
tags:
publicado por Alzira Macedo às 15:59
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

.mais sobre mim

.Ouve e relaxa

<

.posts recentes

. Puro sentimento

. Uma manha de lucidez

. Um Devaneio em alto mar.....

. Senti, escrevi

. A poveira

. Fragil, mas voltei...

. De Passagem

. Para ti Amiga

. Gratidão

. Te Lembro Amiga

.arquivos

. Julho 2014

. Outubro 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Abril 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

.Visitas